Canibalismo

 

CANIBALISMO
Marcos Abalde
teatro, 2010 | 5€
descarregar

Em Abril de 2008, apareceu nos média o escándalo do monstro de Amstetten.
Apresentárom este cidadao austríaco como um repugnante degenerado,
umha excepçom da história, nunca como a quinta-essência da nossa civilizaçom.
Porém, Ocidente relaciona-se de umha maneira mui semelhante com essas três
quartas partes da humanidade empobrecidas, violadas, torturadas e ignoradas
umha e outra vez. Três quartas partes da humanidade que nom só moram debaixo
da nossa casa, senom que a sustentam. E nós comportamo-nos como
a mulher do monstro que prefere nom saber, que escolhe nom saber,
fazer-se desentendida, olhar para outro lado, estar tranquila e de vez em quando
recolher umha criança à porta da casa ou algum negro agonizante na praia.
Assim até que passem vinte e quatro anos e sejam abertos os campos
de concentraçom ou as entranhas da Europa e botemos as maos à cabeça
perante tanto sofrimento que pudo ser evitado, que pudemos evitar.

There are 5 Comments to "Canibalismo"

Essentials

Meta

Pages

Categories